Faltante

Uma vez falei pros meus amigos
Que queria a “parte boa do amor”
Sexo, carinho e sorriso
No fim do dia olhar pra ela

Hoje, tô sentindo falta do amor inteiro
Até das brigas bobas
(Cara, para com isso…
Vocês se amam!)

Pode parecer idiota, carente
E sim, sou inteiro sozinho
Mas a saudade é de algo maior que uma metade
É de uma pessoa a mais

É o toque nas mãos delicado
O colo acolhedor a todo momento
A respiração apaixonada num argumento
Pela certeza que ninguém mais faria sentido

Mesmo que seja mentira
E venham mais duas, três, vinte
Naquela hora a paixão existia
E naquele momento valeu…

É, acho que sinto falta de amar
De sentir com medo e certeiro
Ao mesmo tempo
Sobre estar amanhã com alguém

Sinto falto do falso futuro planejado
Do abraço apertado
E de alguém
Mesmo sem saber quem é essa pessoa.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s