Barroco contemporâneo

Idas e voltas
Navegações infinitas
Nau secular transbordando
Todo um mundo em seu deck

Ondas…
Só sobram ondas.
As quis mas falta mais

Como vais?
Gostaria de lhe pedir
A mão na minha
Sejamos dois corações apaixonados

Pendular,
Hora quer
Hora vai

Licurgo, me largue
Legislaste minhas perdas
Sem mais espaços
Divergindo entre espaços

Há muito tempo
Que estou sem
E ficou quem?
Só a tenho em memória
Deixou minha vida
Para habitar minha estória
Devaneios entre o que e o se

O fato é uma vida sem
Refletindo sobre como estar
Outras? Mais de cem,
De lugar em lugar
Se o lugar não colabora
Ressuscita-lá não será agora.

-R.C.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s