Sonho do espelho falho

Refração interessante
Desvia atenção
Para o vidro do amante
O mal amado com má intenção
A velocidade diminui da luz
Da mente, e tudo seduz

Há sentido
Em olhar, da garrafa, o fundo
Existe todo um mundo embutido
Há algo bom sentido

Como houvesse o final de minha depressão
Como houvesse para problemas resolução
Como se nessa tal solução
De álcool e água não houvesse não

Um marco de coragem
Um traço de desespero
Uma vontade selvagem

E sempre espero
Da bebida, a estiagem
Pra decidir sincero

Sem final
Nem toda física do mundo explica
O grande sinal
Que é olhar naquele fundo, uma súplica
De desespero por respostas
Mesmo que as mesmas não venham as mostras.

-R.C

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s