Eu, masoquista

Nunca vou chegar a esse ponto
Muito menos perto
Não sou tonto
Me controlo, de certo

Esse ano só nota boa
Escola vou levar a sério
Sem vagabundo à toa
O resultado não será mistério

Último copo, pode acreditar
Não tô afim de ficar louco
Sei como me limitar
Não preciso sair no soco

Sem ligar de madrugada
Sou bem resolvido
Não preciso dar ouvido
Conselho de mal amada

Vou na próxima vez
Desculpa miar agora
Foi só uma estupidez
Achar que dava pra sair pela aurora

Ele merece uma chance
Claro que mudou
Foram 4 meses, não um relance
Vai dar um baita show

Nunca vou chegar a esse ponto
Muito menos perto
Não sou tonto
Me controlo, de certo

Não vou me apaixonar
Por alguém que vai me quebrar
Queira sim queira não
Porém isso é culpa do tempo
Vontade fora de questão.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s