Desejo de mudança

Quero me mudar

Tanto, e tão radicalmente

Que nem eu, meus amigos

Sequer pais e namorada

Vão reconhecer-me

 

Quero me mudar

Ir à lugares inimagináveis

Viver aventuras impossíveis

E depois de vividas, olhar ao espelho

Suspirar fundo

A tempo de dizer:

Ah! Como foi boa a vida que vivi

 

Quero me mudar

E ter todas as segundas chances

Dadas pois já não sou o mesmo

Nem de casa ou espírito

Sem raízes ou fundações

 

Quero me mudar

Não só as células do corpo

Mas a água d’alma

Purificá-las de tal modo

A dar inveja de quem fui

 

Quero me mudar

E descobrir quem gosta de mim

Se é do próprio

Ou do que ele oferece

 

Quero me mudar

E desmudar

E mudar novamente

Até nem mais lembrar como fui

Os erros que cometi

Os acertos feitos

Me mudar até já não ter o que mudar

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s